Trabalhe Conosco

Av. João Leite, Nº 3209, Galpão A, Setor Santa Genoveva, Goiânia-Goiás

Nutricionista explica as vantagens do consumo de cada tipo de leite

A preocupação com uma alimentação saudável é o tema da coluna de ciência e tecnologia do Bom Dia Brasil: Você Não Sabia, Mas Já Existe. O assunto é o leite.

Descobrimos muitas coisas que a gente acha que sabe, mas na verdade não sabe sobre o leite. A professora Licínia dá aula numa faculdade de Nutrição, trabalha para uma associação que reúne produtores de leite, mas também faz seus próprios estudos.

O laboratório mais parece uma cozinha, mas lá não há carnes, verduras, legumes.... Só tem leite. Nele são feitas misturas, experimentos e ela garante: o leite é um dos alimentos mais completos.

"Não só por seu valor proteico, mas por agregar vários tipos de nutrientes essenciais ao ser humano. E serve para pessoas de todas as idades", explica a nutricionista.

Todas estas pessoas estão de olho no cálcio, mineral importante, especialmente para idosos, que podem ter os ossos enfraquecidos com o tempo, mulheres grávidas, que precisam de mais cálcio para a formação do bebê e ainda para garantir o crescimento saudável das crianças.

Mas algumas pessoas têm alergia ao leite e precisam de substitutos. E aí, o que fazer?

"A pessoa que tem aleergia ao leite de vaca normalmente apresenta uma boa tolerância ao leite de cabra", diz a professora Licínia.

Para substituir o calcio do leite, alguns apostam em verduras e legumes. Mas não é tão simples assim, segundo a professora.

"Para a pessoa absorver a mesma quantidade que teria absorvido com uma xícara de leite ela precisaria extrapolar no consumo de hortaliças, de vegetais. Um prato só não daria", diz a especialista.

Uma outra dúvida aparece na hora de comprar o leite e por causa da grande variedade. Tem desnatado, semidesnatado, integral. Qual é o melhor? O que muda é a quantidade de gordura e de um nutriente: o áccido linoleico conjugado, CLA na sigla em inglês, como explica a professora:

"O ácido linoleico conjugado está sendo alvo de muitas pesquisas nos Estados Unidos por que ele combate a diabetes, combate a aterosclerose e combate o câncer", diz a professora Licínia.

A diferença entre o leite desnatado e o integral é visível. Quando viramos o copo com o segundo, fica uma camada grossa, enquanto no desnatado ela some rapidamente. Aparentemente o leite integral é mais grosso que o desnatado.

No desnatado, quando a gordura é retirada o ácido vai junto. Este tipo de leite é indicado para quem tem colesterol alto.

O integral tem o ácido linoleico, mas muita gordura. Daí ser ideal para crianças que não tenham problemas de obesidade.

O semidesnatado reúne o ácido e uma dose menor de gordura. Por isso pode sere consumido por qualquer pessoa saudável. Todos os tipos de leite têm a mesma quantidade de cálcio. Informação importante para dona Maria de Lourdes, de 53 anos, que já sente os ossos enfraquecerem. No caso dela, o ideal seria consumir três porções de produtos lácteos por dia, segundo a professora Licínia.

"Pode ter uma fatia de queijo, poder ser um pudim, um iogurte", explica a nutricionista. Alessandra, que é bancária, não gosta de leite. Ela só consome o produto junto com café ou achocolatado. "Neste caso a absorção de cálcio já fica prejudicada por causa da cafeína. Mas ela pode substituir o leite por algum outro produto lácteo", esclarece a professora.

Fonte: O Globo.com

-  Receba nossos informativos
Copyright © 2010 LEITES MANACÁ. Todos os direitos reservados.
ILION.com.br